Óleo de Prímula


Evening Primrose Oil (EPO), ou Óleo de Prímula, é a forma mais popular do ácido graxo essencial Ômega-6, rico em ácido linolênico (LA) e ácido gamalinolênico (GLA). O Óleo de Prímula é um dos óleos nutricionais mais pesquisados, o que contribuiu para sua grande popularidade, em particular com relação à tensão pré-menstrual, sistema cardiovascular, inflamação e problemas de pele.[1,2,8,12,15,16]

O ácido gamalinolênico (GLA) é convertido pelo corpo para uma substância chamada prostaglanfina E1 (PGE1). O PGE1 tem propriedades anti-inflamatórias e pode também agir afinando o sangue e como um dilatador de vasos. [1] As propriedades anti-inflamatórias do Óleo de Prímula vêm sendo estudadas em pesquisas duplo-cego com pessoas sofrendo de artrite reumatóide. Alguns estudos reportaram que o consumo de Óleo de Prímula gerou benefícios significativos para estas pessoas.[2]

O ácido gamalinolênico (GLA), ingrediente principal do Óleo de Prímula, mostrou ter propriedades extremamente benéficas para a saúde em pesquisas feitas em tubos de ensaio e em animais [3,4] O Óleo de Prímula também demonstrou auxiliar na manutenção de bons níveis de colesterol em alguns estudos.[5]

A deficiência de GLA é muito comum e ocorre principalmente devido a fatores como envelhecimento, intolerância a glicose, alto consumo de gordura na dieta, e outros problemas. Pessoas com esta deficiência podem se beneficiar com o consumo de óleo de prímula.

A quantidade exata ideal de óleo de prímula por dia ainda é desconhecida. A idéia de consumir outros nutrientes como magnésio, zinco, vitamina C, niacina e vitamina B6 junto do óleo de prímula é interessante uma vez que eles ajudam também na formação do PGE1.


NOTA: Este centro foi desenvolvido pelos especialistas do CorpoPerfeito e está protegido pelas leis de direitos autorais. Sua reprodução é proibida. O texto acima tem caráter informativo e não tem a intenção de substituir uma orientação médica ou de um profissional de saúde.

Produtos Relacionados: